Dicas para tirar empresas do vermelho

Escritório de contabilidade Campinas

 

Em tempos de crise, recessão econômica e aumento de taxas de juros, muitas pequenas e médias empresas acabam por fechar as portas por não conseguirem manter o caixa e as contas em dia. Para conseguir reerguer-se é necessário muita disciplina, um pouco de ousadia e, as vezes, até mesmo reinventar-se.

A Vilac Campinas preparou um compilado de dicas, colhidas de revistas importantes sobre negócios para ajudar você, empreendedor e empresário, a tirar sua empresa do vermelho.

 

1- Identificar o tamanho do problema

Identificar o motivo que levou a empresa a ficar no vermelho é fundamental para que você tome as decisões corretas para sanar os problemas. Faça uma avaliação minuciosa das finanças, da organização e administração do negócio, para assim poder estabelecer um replanejamento eficiente.

 

2- Separar as contas pessoais

Não se deve misturar as contas de pessoa física com as de pessoa jurídica. Esta é uma fórmula infalível para ter problemas de caixa. Talvez, o pequeno empresário precisará reduzir o orçamento familiar para conseguir equilibrar as contas da empresa.

 

3- Renegociar suas dívidas

Se você não consegue nem mesmo pagar as dívidas contraídas, busque uma renegociação. Tente negociar os prazos, mas seja cauteloso. O objetivo é sanar as dívidas e não aumenta-las. Cheque especial, por exemplo, tem juros altíssimos e pode não ser a melhor opção. Procure um crédito rotativo e veja se dá para fazer um parcelamento que caiba no fluxo de caixa.

 

4- Procurar a ajuda de um consultor

Talvez o seu olhar já esteja viciado e você não consiga identificar a raiz do problema. Talvez você perceba que não tem conhecimentos suficientes para encontrar a solução. Nestes momentos, a assessoria contábil de um consultor financeiro te dará uma visão crítica e renovada da situação. Apesar desta contratação representar mais um custo, ela deve ser encarada como um investimento que pode salvar sua empresa.

 

5- Cuidar dos Controles Gerenciais

Organize as planilhas de acompanhamento gerencial: contas a pagar, contas a receber, comissões sobre vendas, controle de estoque e fluxo de caixa. Assim, as decisões passam a ser mais consistentes, embasadas nos dados.

 

6- Buscar novos mercados

Se a crise está apertando cada vez mais o caixa da sua empresa, busque novos mercados para seus produtos e serviços e diversifique a sua clientela.

 

7- Negociar com fornecedores

Negocie prazos com seus fornecedores e lembre-se: todos foram afetados pela crise. Pode ser que ele também não queira perder clientes.

 

8- Fazer um planejamento

Organize-se e faça um bom planejamento para que não volte a cometer os mesmos erros. Converse com a sua equipe, troquem ideias. Observe a evolução de todas as receitas e despesas que teve, faça comparações e elabore o melhor planejamento financeiro. E conte com a ajuda da Vilac na completa assessoria fiscal e contábil da sua empresa!

 

Fontes:

 

Rolar para cima